Cadastre-se Jogo das Vocações Simulado Busca

Simulado On-Line
 
LÍNGUA PORTUGUESA - FUVEST (1998)

1) Texto para as questões 01 a 04
"Detenho-me diante de uma lareira e olho o fogo. É gordo e vermelho, como nas pinturas antigas; remexo as brasas com o ferro, baixo um pouco a tampa de metal e então ele chia com mais força, estala, raiveja, grunhe. Abro: mais intensos clarões vermelhos lambem o grande quarto e a grande cômoda velha parece regojizar-se ao receber a luz desse honesto fogo. Há chamas douradas, pinceladas azuis, brasas rubras e outras cor-de-rosa, numa delicadeza de guache. Lá no alto, todas as minhas chaminés devem estar fumegando com seus penachos brancos na noite escura; não é a lenha do fogo, é toda a minha fragata velha que estala de popa a proa, e vai partir no mar de chuva. Dentro, leva cálidos corações." (Rubem Braga)

Em relação ao texto, a única afirmação que NÃO está correta é:


a)Nos dois primeiros períodos, o fenômeno da repetição é rigorosamente controlado pelo narrador, sobretudo por meio do recurso da elipse.
b)Na expressão "ele chia", o narrador explicitou o pronome para estabelecer, com maior precisão, a relação entre a ação expressa pelo verbo chiar e "fogo", atrás referido.
c)No segundo e terceiro períodos, a coerência entre as ações do narrador e as ações atribuídas a "fogo" é estabelecida por meio de relações de causa e conseqüência.
d)Em "Abro", estão subentendidos eu e tampa de metal.
e)Os dois pontos utilizados após "Abro" permitem introduzir o complemento da ação de abrir.
Resposta


2) "Detenho-me diante de uma lareira e olho o fogo. É gordo e vermelho, como nas pinturas antigas; remexo as brasas com o ferro, baixo um pouco a tampa de metal e então ele chia com mais força, estala, raiveja, grunhe. Abro: mais intensos clarões vermelhos lambem o grande quarto e a grande cômoda velha parece regojizar-se ao receber a luz desse honesto fogo. Há chamas douradas, pinceladas azuis, brasas rubras e outras cor-de-rosa, numa delicadeza de guache. Lá no alto, todas as minhas chaminés devem estar fumegando com seus penachos brancos na noite escura; não é a lenha do fogo, é toda a minha fragata velha que estala de popa a proa, e vai partir no mar de chuva. Dentro, leva cálidos corações." (Rubem Braga)
Há uma gradação crescente em:


a)"... e então ele chia com mais força, estala, raiveja, grunhe."
b)"... mais intensos clarões lambem o grande quarto ..."
c)"Há chamas douradas, pinceladas azuis, brasas rubras e outras cor-de-rosa, numa delicadeza de guache."
d)"Lá no alto, todas as minhas chaminés devem estar fumegando com seus penachos brancos na noite escura ... ."
e)"... é toda a minha fragata velha que estala de popa a proa, e vai partir no mar de chuva."
Resposta


3) Texto para as questões 01 a 04
"Detenho-me diante de uma lareira e olho o fogo. É gordo e vermelho, como nas pinturas antigas; remexo as brasas com o ferro, baixo um pouco a tampa de metal e então ele chia com mais força, estala, raiveja, grunhe. Abro: mais intensos clarões vermelhos lambem o grande quarto e a grande cômoda velha parece regojizar-se ao receber a luz desse honesto fogo. Há chamas douradas, pinceladas azuis, brasas rubras e outras cor-de-rosa, numa delicadeza de guache. Lá no alto, todas as minhas chaminés devem estar fumegando com seus penachos brancos na noite escura; não é a lenha do fogo, é toda a minha fragata velha que estala de popa a proa, e vai partir no mar de chuva. Dentro, leva cálidos corações." (Rubem Braga)
No excerto, o narrador propõe um percurso metafórico que vai do aquecimento da casa à imagem da partida de um barco. O segmento em que se reforça e se explicita essa passagem do plano literal ao metafórico é: fogo. Há chamas douradas, pinceladas azuis, brasas rubras e outras cor-de-rosa, numa delicadeza de guache. Lá no alto, todas as minhas chaminés devem estar fumegando com seus penachos brancos na noite escura; não é a lenha do fogo, é toda a minha fragata velha que estala de popa a proa, e vai partir no mar de chuva. Dentro, leva cálidos corações. (Rubem Braga) No excerto, o narrador propõe um percurso metafórico que vai do aquecimento da casa à imagem da partida de um barco. O segmento em que se reforça e se explicita essa passagem do plano literal ao metafórico é:


a)"... numa delicadeza de guache."
b)"... todas as minhas chaminés devem estar fumegando com seus penachos brancos na noite escura ..."
c)"... não é a lenha do fogo, é toda a minha fragata velha que estala de popa a proa ..."
d)"... não é a lenha do fogo, é toda a minha fragata velha que estala de popa a proa ..."
e)"Dentro, leva cálidos corações."
Resposta


4) "Detenho-me diante de uma lareira e olho o fogo. É gordo e vermelho, como nas pinturas antigas; remexo as brasas com o ferro, baixo um pouco a tampa de metal e então ele chia com mais força, estala, raiveja, grunhe. Abro: mais intensos clarões vermelhos lambem o grande quarto e a grande cômoda velha parece regojizar-se ao receber a luz desse honesto fogo. Há chamas douradas, pinceladas azuis, brasas rubras e outras cor-de-rosa, numa delicadeza de guache. Lá no alto, todas as minhas chaminés devem estar fumegando com seus penachos brancos na noite escura; não é a lenha do fogo, é toda a minha fragata velha que estala de popa a proa, e vai partir no mar de chuva. Dentro, leva cálidos corações." (Rubem Braga)
A mesma relação semântica assinalada pela conjunção e na frase "Detenho-me diante de uma lareira e olho o fogo" encontra-se também em:


a)E, a cada dia, você tem mais lugares onde pode contar com a comodidade de pagar suas despesas com cartões de crédito.
b)Realizada pela primeira vez em outubro do ano passado, a Semana de Arte e Cultura da USP tenta conquistar seu espaço na agenda cultural de São Paulo.
c)Carro quebra no meio da estrada e casal pode ajuda a um motorista que passa pelo local.
d)Quisera falar com o ladrão, e nada fizera.
e)E seu irmão Dito é o dono daqui?
Resposta


5) A Casa nãopassava, bem dizer, de uma casarancho. A rebaixa - um alpendre cercado -; o rancho de carros-de-boi; outros ranchos; outras casinhas; outros rústicos pavilhões. A apresentação de elementos descritivos estáticos, por meio de frases nominais, ocorre também em:


a)Convidei-o silenciosamente olhando uma janela por onde se viam, sobre livros de escrituração, as suíças brancas e os óculos de seu Ribeiro.
b)E mestre Caetano gemendo no catre, recebia todas as semanas um dinheirão de Madalena. Visitas, remédios de farmácia, galinhas.
c)E tu falavas de um amor celeste, De um anjo, que depois se fez esposa...
d)Pera aquele fogo ardente, que nomtemeste vivendo.
e)Projetava-se nela a imagem de mulher poderosa e humilde ao mesmo tempo.
Resposta


6) Texto para as questões 06, 07 e 08
"Olhava mais era para Mãe. Drelina era bonita, a Chica, Tomezinho. Sorriu para Tio Terêz: - "Tio Terêz, o senhor parece com Pai ..." Todos choravam. O doutor limpou a goela, disse: - "Não sei, quando eu tiro esses óculos, tão fortes, até meus olhos se enchem d’água ..." Minguilim entregou a ele os óculos outra vez. Um soluçozinho veio. Dito e a Cuca Pingo-de-Ouro. E o Pai. Sempre alegre, Miguilim ... Sempre alegre, Miguilim ... Nem sabia o que era alegria e tristeza. Mãe o beijava. A Rosa punha-lhe doces-de-leite nas algibeiras, para a viagem. Papaco-o-Paco falava, alto, falava. "Não sei, quando eu tiro esses óculos, tão fortes, até meus olhos se enchem d’água ...." "
O valor semântico de até coincide com o do texto em:


a)Me disseram que na casa dele até cachorro sabe padre-nosso.
b)Bebeu uma bagaceira, saiu para a rua, sob a chuva intensa, andou até a segunda esquina, atravessou a avenida ... .
c)Até então, ele não inquietava os investidores, uma vez que era utilizado para financiar investimentos.
d)Não sei se poderei esperar até a próxima semana.
e)Foi até a sala e retornou.
Resposta


7) "Olhava mais era para Mãe. Drelina era bonita, a Chica, Tomezinho. Sorriu para Tio Terêz: - "Tio Terêz, o senhor parece com Pai ..." Todos choravam. O doutor limpou a goela, disse: - "Não sei, quando eu tiro esses óculos, tão fortes, até meus olhos se enchem d’água ..." Minguilim entregou a ele os óculos outra vez. Um soluçozinho veio. Dito e a Cuca Pingo-de-Ouro. E o Pai. Sempre alegre, Miguilim ... Sempre alegre, Miguilim ... Nem sabia o que era alegria e tristeza. Mãe o beijava. A Rosa punha-lhe doces-de-leite nas algibeiras, para a viagem. Papaco-o-Paco falava, alto, falava."
Do ponto de vista do estilo e da relação deste com o sentido, esse trecho caracteriza-se


a)pela sucessão de frases curtas e entrecortadas, que mimetizam o ritmo da emoção implicada na cena.
b)pela conjunção de narrador em primeira pessoa e em terceira pessoa, interligando solidamente emissor e receptor.
c)pelo recurso intensivo às figuras de linguagem, compredomínio das metáforas sobre as metonímias - o que potencia o teor simbólico do texto.
d)pelo predomínio da função emotiva sobre as funções poética e conativa, o que gera a força encantatória própria do texto.
e)pela dominância da adjetivação afetiva, que traz à tona e potencia a emoção própria da cena.
Resposta


8) "Olhava mais era para Mãe. Drelina era bonita, a Chica, Tomezinho. Sorriu para Tio Terêz: - "Tio Terêz, o senhor parece com Pai ..." Todos choravam. O doutor limpou a goela, disse: - "Não sei, quando eu tiro esses óculos, tão fortes, até meus olhos se enchem d’água ..." Minguilim entregou a ele os óculos outra vez. Um soluçozinho veio. Dito e a Cuca Pingo-de-Ouro. E o Pai. Sempre alegre, Miguilim ... Sempre alegre, Miguilim ... Nem sabia o que era alegria e tristeza. Mãe o beijava. A Rosa punha-lhe doces-de-leite nas algibeiras, para a viagem. Papaco-o-Paco falava, alto, falava."
Neste trecho de Campo Geral, de Guimarães Rosa, as expressões grifadas pelo autor retomam, ao final da narrativa.


a)os versos sertanejos cantados pelo vaqueiro Salúz, em seu desejo de consolar Miguilim.
b)a mensagem inicial de Tio Terêz, unindo, assim, o princípio e o fim da história.
c)as lições de conformidade e alegria de Mãitina a Miguilim, enraizadas no catolicismo popular.
d)a derradeira lição da sabedoria do Dito, reforçada depois por seu Aristeu.
e)o ensinamento do Grivo, cuja pobreza extrema era, no entanto, fonte de doçura e alegria.
Resposta


9) Sobre Fogo morto, é correto afirmar que


a)o caráter estanque de suas partes constitutivas é sublinhado pela mudança do foco narrativo em cada uma delas, indo da primeira à terceira pessoa narrativas.
b)a relativa descontinuidade de sua divisão tripartite é contrastada pela recorrência de temas e motivos internos que atravessam todo o romance.
c)o caráter descontínuo e inconcluso de seu enredo é compensado pelas reflexões do narrador-personagem, que conferem finalização e acabamento ao romance.
d)o caráter estanque de sua divisão tripartite é, no entanto, convertido à unidade pela comunicabilidade e entendimento mútuo das personagens principais.
e)a cada uma das classes sociais nele representadas, o romance reserva um estilo de narrar próprio: erudito para os senhores de engenho, oral-popular para as camadas humildes e cangaceiros. terceira parte, ocorre o desfecho, a confluência dos elementos disseminados nas anteriores: declínio definitivo do engenho Santa Fé, suicídio de José Amaro, consumação da loucura de Marta e glória do Capitão Vitorino. As demais alternativas não apresentam nenhuma informação correta de relevo. Deve ficar bem claro que a unidade estilística do romance
Resposta


10) Texto para as questões 10 e 11
"Os dados sobre a educação dos brasileiros revelados pelo minicenso do IBGE permitem várias leituras - todas elas acusando uma tendência positiva, apesar de alguns números absolutos causarem preocupação. Ainda há perto de 2 milhões e meio de crianças sem escolas no País, não tanto, tudo leva a crer, por deficiência da rede física. De fato, pode ler-se no censo que, embora esteja longe da ideal, a expansão quantitativa das escolas já permite ao governo redirecionar investimentos para a expansão qualitativa do ensino. (O Estado de S. Paulo, 10/08/97, A3)"
Conclui-se corretamente do texto que


a)os investimentos governamentais, até o momento deste artigo, não estavam preferencialmente direcionados para a melhoria da qualidade de ensino.
b)os números absolutos não permitem ter uma visão positiva do minicenso do IBGE.
c)o número de escolas e vagas oferecidas, apesar de não ter atingido o ideal, evidencia que o governo passará a investir mais na qualidade de ensino.
d)o crescimento quantitativo do ensino depende de investimentos anteriores no crescimento qualitativo.
e)os números absolutos causam preocupação, mas demonstram avanços qualitativos no ensino.
Resposta


11) Texto para as questões 10 e 11
"Os dados sobre a educação dos brasileiros revelados pelo minicenso do IBGE permitem várias leituras - todas elas acusando uma tendência positiva, apesar de alguns números absolutos causarem preocupação. Ainda há perto de 2 milhões e meio de crianças sem escolas no País, não tanto, tudo leva a crer, por deficiência da rede física. De fato, pode ler-se no censo que, embora esteja longe da ideal, a expansão quantitativa das escolas já permite ao governo redirecionar investimentos para a expansão qualitativa do ensino. (O Estado de S. Paulo, 10/08/97, A3)"
"... todas elas acusando uma tendência positiva, apesar de alguns números absolutos causarem preocupação."
A expressão que evita uma contradição, no excerto acima, é:


a)"todas elas".
b)"tendência positiva".
c)"apesar de".
d)"alguns".
e)"números absolutos".
Resposta


12) A negociação entre presidência e oposição é condição sine qua non para que a nova lei seja aprovada.
A expressão latina grifada, largamente utilizada em contextos de língua portuguesa, significa, neste caso:


a)prioritária.
b)relevante.
c)pertinente.
d)imprescindível.
e)urgente.
Resposta


13) "Não se trata aqui, é óbvio, de procurar eximir os meios de comunicação da responsabilidade por seus produtos. Mas determinar de antemão o que não pode ser veiculado é policiar a expressão livre de idéias e informações - ou seja, chancelar a censura. (Folha de S. Paulo, 28/08/97, 1-2)"
   Depreende-se do texto que seu autor


a)pretende corroborar a censura, embora afirme que os meios de comunicação devem ser responsabilizados por seus produtos.
b)isenta os meios de comunicação de responsabilidades em relação aos produtos que veiculam.
c)posiciona-se contra a censura prévia e reconhece que os meios de comunicação podem ser responsabilizados pelos produtos que veiculam.
d)pretende evitar a censura, estabelecendo critérios prévios quanto ao que pode ou não ser veiculado nos meios de comunicação.
e)busca transferir para o próprio órgão de imprensa a responsabilidade pela censura prévia.
Resposta


14) A única frase em que a correlação de tempos e modos NÃO foi corretamente observada é:


a)Segundo os Correios, se a greve terminar amanhã, as entregas serão normalizadas em 13 dias.
b)Para que o agricultor não se limitasse aos recursos oficiais, as fábricas também criaram suas próprias linhas de crédito.
c)Um dos seus projetos de lei exigia que os professores e servidores das universidades fizessem exames antidoping.
d)Na discussão do projeto, o deputado duvidou que o colega era o autor da emenda.
e)A Câmara Municipal aprovou a lei que concede descontos a multas e juros que estão em atraso.
Resposta


15) O valor semântico de des-NÃO coincide com o do par centralização/descentralização apenas em:


a)Despregar o prego foi mais difícil do que pregá-lo.
b)"Belo, belo, que vou para o Céu ..." - e se soltou, para voar: descaiu foi lá de riba, no chão muito se machucou.
c)Enquanto isso ele ficava ali em Casa, em certo repouso, até a saúde de tudo se desameaçar.
d)A despoluição do rio Tietê é um repto urgente aos políticos e à população de São Paulo.
e)O governo de Israel decidiu desbloquear metade da renda de arrecadação fiscal que Israel devia à Autoridade Nacional Palestina.
Resposta


16)

...se decida a pedir a este rio (...)
que me faça aquele enterro (...)
...e aquele acompanhamento
de água que sempre desfila
(que o rio, aqui no Recife,
não seca, vai toda a vida).


Nas ocorrências assinaladas, a partícula que serve, RESPECTIVAMENTE, para

I. introduzir um complemento para decida; referir a água o ato de desfilar; introduzir uma justificativa para o uso de sempre.
II. introduzir um complemento para decida; estabelecer uma relação com aquele; introduzir uma justificativa para o uso de aqui.
III. introduzir um complemento para pedir; referir a acompanhamento o ato de desfilar; introduzir uma justificativa para o uso de sempre.

Em relação ao texto, está correto apenas o que se afirma em


a)I.
b)I e II.
c)II e III.
d)II.
e)III.
Resposta


17) A palavra sanção com o significado de ratificação ocorre apenas em:


a)Aplicar sanções a grevistas não é direito nem dever de um presidente.
b)Eventual sanção do presidente à nova lei, aprovada ontem, poderá desagradar a setores de todas as categorias.
c)As sanções previstas na lei eleitoral não exercem influências significativas sobre a paixão dos militantes.
d)O novo diretor prefere sanções a diálogos.
e)O contrato prevê sanções para os inadimplentes.
Resposta


18)

É mudo aquele a quem irmão chamamos,
E a mão que tantas vezes apertamos
Agora é fria já!
Não mais nos bancos esse rosto amigo
Hoje escondido no fatal jazigo
Conosco sorrirá!


Nestes versos de Casimiro de Abreu, o pronome sublinhado revela um emprego denotativo de


a)tempo presente e proximidade física.
b)tempo passado e proximidade física.
c)tempo futuro e afastamento físico.
d)tempo futuro e proximidade física.
e)tempo passado e afastamento físico.
Resposta


19) É correto afirmar que, em Morte e vida severina,


a)a alternância das falas de ricos e de pobres, em contraste, imprime à dinâmica geral do poema o ritmo da luta de classes.
b)a visão do mar aberto, quando Severino finalmente chega ao Recife, representa para o retirante a primeira afirmação da vida contra a morte.
c)o caráter de afirmação da vida, apesar de toda a miséria, comprova-se pela ausência da idéia de suicídio.
d)as falas finais do retirante, após o nascimento de seu filho, configuram o momento afirmativo, por excelência, do poema.
e)a viagem do retirante, que atravessa ambientes menos e mais hostis, mostra-lhe que a miséria é a mesma, apesar dessas variações do meio físico.
Resposta


20) Se em ambos os contos a dominação social é tema de primeiro plano, cabe, no entanto, fazer uma distinção: em um deles, ela é direta, e aparece sob a forma do capricho e do arbítrio patronais; já em outro, ela é mais moderna - torna-se indireta e anônima.

A distinção realizada nesta afirmação refere-se, RESPECTIVAMENTE, aos seguintes contos de Mário de Andrade (Contos novos):


a)"Nelson" e "O poço".
b)"O ladrão" e "O poço".
c)"O ladrão" e "Nelson".
d)"O poço" e "Primeiro de maio".
e)"Primeiro de maio" e "O ladrão".
Resposta


21) Considere as seguintes afirmações sobre o Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente:

I. O auto atinge seu clímax na cena do Fidalgo, personagem que reúne em si os vícios das diferentes categorias sociais anteriormente representadas.
II. A descontinuidade das cenas é coerente com o caráter didático do auto, pois facilita o distanciamento do espectador.
III. A caricatura dos tipos sociais presentes no auto não é gratuita nem artificial, mas resulta da acentuação de traços típicos.


Está correto apenas o que se afirma em


a)I.
b)II.
c)II e III.
d)I e II.
e)I e III.
Resposta


22) O primo Basílio pertence à fase dita realista de seu Autor, Eça de Queirós. É reconhecido, também, como um romance de tese - tipo de narrativa em que se demonstra uma idéia, em geral com intenção crítica e reformadora. Tendo em vista essas determinações gerais, é correto afirmar que, nesse romance,


a)o foco expressivo se concentra na interioridade subjetiva das personagens, que se dão a conhecer por suas idéias e sentimentos, e não por suas falas ou ações.
b)as personagens se afastam de caracterizações típicas, tornando-se psicologicamente mais complexas e individualizadas.
c)a preferência é dada à narração direta, evitando-se recursos como a ironia, o suspense, o refinamento estilístico de períodos e frases.
d)o interesse pelas relações entre o homem e o meio amplia o espaço e as funções das descrições, tornadas mais minuciosas e significativas.
e)a narração de ações, a criação de enredos e as reflexões do narrador são amplamente substituídas pelo debate ideológico-moral entre Jorge e o Conselheiro Acácio.
Resposta


23)


Oh! eu quero viver, beber perfumes
Na flor silvestre, que embalsama os ares;
Ver minh’alma adejar pelo infinito,
Qual branca vela n’amplidão dos mares.
No seio da mulher há tanto aroma...
Nos seus beijos de fogo há tanta vida...
- Árabe errante, vou dormir à tarde
À sombra fresca da palmeira erguida.


Nesta estrofe de Mocidade e morte, de Castro Alves, reúnem-se, como uma espécie de súmula, vários dos temas e aspectos mais característicos de sua poesia. São eles:


a)identificação com a natureza, condoreirismo, erotismo franco, exotismo.
b)aspiração de amor e morte, titanismo, sensualismo, exotismo.
c)sensualismo, aspiração de absoluto, nacionalismo, orientalismo.
d)personificação da natureza, hipérboles, sensualismo velado, exotismo.
e)aspiração de amor e morte, condoreirismo, hipérboles, orientalismo.
Resposta


24) Agora os parlamentares concluem sua obra com a anuência unânime àquele dispositivo inconstitucional.
(Folha de S. Paulo, 28/08/97, 1-2)

A paráfrase correta do texto é:


a)A maioria dos parlamentares aprova um certo dispositivo inconstitucional.
b)Os parlamentares, sem exceção, aprovam o dispositivo inconstitucional anteriormente mencionado.
c)Todos os parlamentares reprovam o dispositivo inconstitucional anteriormente mencionado.
d)A maioria absoluta dos parlamentares boicotou um certo dispositivo inconstitucional.
e)A maioria dos parlamentares conclui sua obra com indiferença à aprovação ou não de um certo dispositivo inconstitucional.
Resposta


25) Os sinais de pontuação foram bem utilizados em:


a)Nesse instante, muito pálido, macérrimo, Prudente de Morais entrou no Catete, sentou-se e, seco, declarou ao silêncio atônito dos que o contemplavam: "Voltei."
b)"Mãe onde estão os nossos: os parentes, os amigos e os vizinhos?" Mãe, não respondia.
c)Os estados, que ainda devem ao governo, não poderão obter financiamentos, mas os estados que já resgataram suas dívidas ainda terão créditos.
d)Ao permitir a apreensão, de jornais e revistas, o projeto, retira do leitor o direito a ser informado pelo veículo que ele escolheu.
e)Assim, passa-se a permitir, condenações absurdas, desproporcionais aos danos causados.
Resposta


26) "É preciso agir, e rápido", disse ontem o ex-presidente nacional do partido.

A frase em que a palavra sublinhada NÃO exerce função idêntica à de rápido é:


a)Como estava exaltado, o homem gesticulava e falava alto.
b)Mademoiselle ergueu súbito a cabeça, voltou-a pro lado, esperando, olhos baixos.
c)Estavam acostumados a falar baixo.
d)Conversamos por alguns minutos, mas tão abafado que nem as paredes ouviram.
e)Sim, havíamos de ter um oratório bonito, alto, de jacarandá.
Resposta