Cadastre-se Jogo das Vocações Simulado Busca

Simulado On-Line
 
FÍSICA - UFJF (2000)

21) Se necessário, utilize os seguintes dados: g =10m/s2 e T(°C) = T(K) - 273

Um dia, na praia, um turista nota que o vento vem do mar para a terra com velocidade de módulo constante. Uma mudança brusca das condições do tempo faz com que uma grande quantidade de massa de água fria chegue a essa praia. O turista notará que:


a)o módulo da velocidade do vento diminuiu, e o sentido passou a ser da terra para o mar;
b)o módulo da velocidade do vento diminuiu, e o sentido não se alterou;
c)o módulo da velocidade do vento aumentou, e o sentido não se alterou;
d)o módulo da velocidade não se alterou, e o sentido passou a ser da terra para o mar.
Resposta


Assinale a afirmação CORRETA:

22) Na figura abaixo, está representado um amperímetro térmico, que consiste numa haste metálica AB pela qual se faz passar a corrente a ser medida. Quando uma corrente, produzida pelo gerador, passa pelo circuito, a haste AB se aquece e se dilata. Quando a haste se move, o ponteiro pode girar em torno dos pontos C e D. Dessa forma, medindo-se a dilatação, mede-se a corrente. Já um amperímetro convencional usa o campo magnético gerado pela corrente para indicar o seu valor.



a)dependendo do valor da corrente, o ponteiro pode-se mover para a direita ou para a esquerda;
b)a vantagem deste amperímetro com relação ao amperímetro convencional é que o sentido da corrente não importa;
c)a vantagem deste amperímetro com relação ao amperímetro convencional é que o sentido do campo elétrico aplicado também é registrado;
d)não existe nenhuma vantagem deste amperímetro com relação ao amperímetro convencional.
Resposta


23) Considere um carrinho movendo-se uniformemente sobre uma trajetória retilínea, plana e horizontal. Num certo instante, uma pessoa que está no carrinho arremessa uma bolinha verticalmente para cima. Desprezando a resistência do ar, indique a alternativa CORRETA:


a)uma pessoa que está no referencial da terra dirá que a bola se moveu para trás e não poderá retornar ao ponto de partida;
b)uma pessoa que está no referencial do carrinho dirá que a bola se moveu para trás e não poderá retornar ao carrinho;
c)uma pessoa que está no referencial do carrinho verá a bola realizar uma trajetória parabólica, caindo novamente sobre o carrinho;
d)uma pessoa que está no referencial da terra verá a bola realizar uma trajetória parabólica, caindo novamente sobre o carrinho.
Resposta


24) Na figura abaixo, está representado um corpo de massa M preso a uma extremidade de uma mola. A outra extremidade da mola está presa a um fio que, por sua vez, está preso a um ponto A do disco. O fio pode correr através da roldana R. O disco está ligado a um motor que gira com velocidade angular w . Esta velocidade angular pode ser variada, controlando a rotação do motor. A freqüência angular natural de vibração da mola é w 0.

Se variarmos a rotação do motor até atingirmos w =w 0 e desprezarmos a resistência do ar, podemos afirmar que


a)nestas circunstâncias, na condição de ressonância, a massa M permanecerá em repouso;
b)a amplitude de oscilação da mola aumentará, pois estaremos na condição de ressonância;
c)estaremos na condição de ressonância, e isso mudará a constante elástica da mola, alterando, portanto, a sua amplitude de oscilação;
d)não estaremos na condição de ressonância, pois w =w 0.
Resposta


25) Um fio metálico, retilíneo e infinito, é carregado com uma determinada carga. Qual das figuras abaixo poderia representar as linhas de força do campo elétrico produzido pelo fio ?



Resposta


26) De uma maneira geral, sabemos que o índice de refração (n) de um determinado material depende da freqüência da luz incidente (f). A figura abaixo representa o gráfico do índice de refração em função da freqüência da luz incidente para um determinado material. Se f1 e f2 representam duas freqüências quaisquer, podemos afirmar que, dentro do material:



a)as velocidades da luz são iguais para as duas freqüências;
b)a velocidade da luz com freqüência f2 é maior que a velocidade da luz com freqüência f1;
c)a velocidade da luz com freqüência f1 é maior que a velocidade da luz com freqüência f2;
d)nada podemos afirmar sobre as velocidades, pois a velocidade da luz neste material independe da freqüência da luz incidente.
Resposta


27) Um capacitor de placas planas e paralelas, isolado a ar, é carregado por uma bateria. Em seguida o capacitor é desligado da bateria e a região entre as placas é preenchida com óleo isolante. Sabendo-se que a constante dielétrica do óleo é maior do que a do ar, pode-se afirmar que:


a)a carga do capacitor aumenta e a ddp entre as placas diminui;
b)a capacitância do capacitor aumenta e a ddp entre as placas diminui;
c)a capacitância do capacitor diminui e a ddp entre as placas aumenta;
d)a carga do capacitor diminui e a ddp entre as placas aumenta.
Resposta


28) Uma mangueira transparente, com as extremidades abertas e parcialmente cheia de água, é usada por um pedreiro para determinar se dois pontos estão no mesmo nível (h). A figura abaixo ilustra esse procedimento. Como uma pessoa que conhece os princípios da Física justificaria a afirmação do pedreiro de que os pontos A e B estão no mesmo nível?


a)devido à viscosidade da água, as colunas nos dois lados da mangueira atingem o mesmo nível;
b)o empuxo é o responsável por nivelar as colunas de água nos dois lados;
c)os pontos A e B estão submetidos à mesma pressão e portanto estão no mesmo nível;
d)devido ao Princípio de Pascal, uma variação de pressão num ponto de um líquido não é transmitida de maneira uniforme aos outros pontos, a não ser que estes pontos estejam no mesmo nível.
Resposta


29) Uma lâmpada é fabricada para dissipar a potência de 100W quando alimentada com a ddp de 120V. Se a lâmpada for ligada numa ddp de 127 V, então:


a)a potência dissipada aumentará cerca de 12%;
b)a corrente que a percorre não mudará;
c)a sua resistência elétrica diminuirá cerca de 18%;
d)a corrente que a percorre diminuirá, mantendo a potência inalterada.
Resposta


30) Um recipiente de paredes rígidas contém um gás ideal à temperatura de 27o C e à pressão de 10 atm. Sabendo que a pressão máxima a que o recipiente pode resistir é de 25 atm, podemos afirmar que ele pode ser mantido com segurança pelo menos até a temperatura de:


a)450 °C;
b)500 °C;
c)600 °C;
d)750 °C;
Resposta


31)



a)8 m/s, 6 m/s;
b)6 m/s, 8 m/s;
c)12 m/s, 8 m/s;
d)8 m/s, 4 m/s.
Resposta


Podemos variar a intensidade e a freqüência da luz incidente na placa B. No início da experiência, usando luz de baixa freqüência, a corrente no amperímetro é nula. Nesse caso, podemos afirmar que:

32) No esquema da figura abaixo, está representado o arranjo experimental para observar o efeito fotoelétrico. A luz incidente entra no tubo de vidro sem ar em seu interior e ilumina a placa B. As placas metálicas A e B estão conectadas à bateria V. O amperímetro G pode registrar a intensidade da corrente que percorre o circuito.



a)aumentando suficientemente a intensidade da luz, surgirá uma corrente no amperímetro;
b)aumentando suficientemente o tempo de incidência da luz, surgirá uma corrente no amperímetro;
c)desligando a bateria V e conectando-a novamente ao circuito com a polaridade invertida, surgirá uma corrente no amperímetro;
d)aumentando suficientemente a freqüência da luz, surgirá uma corrente no amperímetro.
Resposta


33) Um carro desce por um plano inclinado, continua movendo-se por um plano horizontal e, em seguida, colide com um poste. Ao investigar o acidente, um perito de trânsito verificou que o carro tinha um vazamento de óleo que fazia pingar no chão gotas em intervalos de tempo iguais. Ele verificou também que a distância entre as gotas era constante no plano inclinado e diminuía gradativamente no plano horizontal. Desprezando a resistência do ar, o perito pode concluir que o carro:


a)vinha acelerando na descida e passou a frear no plano horizontal;
b)descia livremente no plano inclinado e passou a frear no plano horizontal;
c)vinha freando desde o trecho no plano inclinado;
d)não reduziu a velocidade até o choque.
Resposta


34)




Resposta


35) Um veículo trafega numa estrada retilínea, plana e horizontal, a 90 km/h, seguido por outro a 126 km/h. Neste instante, o veículo da frente freia bruscamente. O coeficiente de atrito cinético entre os pneus dos carros e a pista é 0,6 e o intervalo de tempo de reação que o motorista do carro de trás leva para começar a frear, assim que o da frente freia, é de 0,1 s. No instante em que o da frente começa a frear, a distância mínima entre os veículos (desprezando os comprimentos deles), para que não ocorra uma colisão entre eles, é mais próxima de:


a)10 m;
b)21 m;
c)54 m;
d)87 m,
Resposta